sexta-feira, 17 de maio de 2019

Touros receberá quatro parques eólicos

O Rio Grande do Norte receberá mais quatro parques eólicos na região do município de Touros. Com investimentos de R$ 350 milhões e 21 km de extensão de linhas de transmissão, o projeto do Complexo Eólico Gameleira, da CPFL Renováveis, foi apresentado nesta quinta-feira (16) à equipe do Governo do RN. As obras devem ser iniciadas entre o final deste ano e o início de 2020.

Além do Complexo Gameleira, os diretores da CPFL anunciaram também dez parques que estão em fase de obtenção de licença prévia para comercialização em 2019, com perspectiva de 300 MW instalados nos municípios de Pedra Grande, Parazinho e João Câmara.

“Estamos discutindo sobre algo fundamental para a atividade econômica do nosso Estado. Mas, ao mesmo tempo em que temos o compromisso de desenvolver o RN, também devemos zelar pelo meio ambiente promovendo o crescimento de forma sustentável”, destacou a governadora Fátima Bezerra durante a reunião com dirigentes da CPFL.

Ela afirmou que o Governo está disponível para apoiar em relação à segurança jurídica e solicitou parcerias socioculturais, conforme a Lei Nº 10.483, sancionada em abril deste ano, que instituiu a Política Estadual de Investimentos e Negócios de Impacto Social, a primeira do país. “Quero colocar a possibilidade de parcerias no plano sociocultural, sobretudo em virtude da situação de crise em que assumimos o Estado. Estamos focados em resolver esse desafio e é o que temos feito. Podemos estreitar parcerias, principalmente na área da cultura”, frisou.

O secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Jaime Calado, também destacou a importância do olhar social. “Temos dois projetos nos quais já estamos buscando envolver o empresariado: um é o de erradicação do analfabetismo, pois o número de analfabetos no RN ultrapassa os 400 mil; o outro é o do plantio de três milhões de árvores em oito anos”, pontuou.

Presente à reunião, o senador Jean Paul lembrou as ações defendidas no âmbito parlamentar, como a construção de um projeto que conceda regime fiscal para as empresas eólicas que desenvolvem ações sociais e o projeto do ICMS da geração de energia, proposta de autoria de Fátima Bezerra quando senadora. “Estamos promovendo a mudança para que os estados e municípios geradores de energia possam ser compensados com o Imposto e não somente os estados consumidores”, lembrou.

Fernando di Franco, superintendente de sustentabilidade da CPFL, disse que a reunião foi importante para a harmonia das agendas pública e privada, pois as questões sociais e de avaliação do território e desenvolvimento local fazem parte dos princípios e missão da empresa.

“A empresa tem um projeto bem estruturado de investimento social privado e temos total harmonia com as políticas públicas. Sabemos da responsabilidade social dos empreendedores da iniciativa privada para apoiar as políticas públicas e garantir o melhor uso dos recursos naturais e desenvolvimento do Estado."

O superintendente apresentou o Programa Raízes, desenvolvido pela CPFL, que propõe executar medidas compensatórias de impacto e de relacionamento com a comunidade. Segundo Fernando di Franco, no RN a empresa já desenvolveu 11 projetos, com investimento de R$ 3,7 milhões, beneficiando mais de 805 famílias em João Câmara e São Miguel do Gostoso. As ações foram na área de segurança hídrica, gerações futuras e cadeias produtivas, como apoio à produção da agricultura familiar, instalação de micro usinas solares, gotejamento, construção de cisternas, poços artesianos e projeto de informática, com implantação de dois telecentros e capacitação de professores e alunos.

Além disso, Fernando também agradeceu o apoio dado pelo Governo do RN e destacou o trabalho desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente: “O Idema hoje pode ser exemplo de órgão preparado para alavancar o desenvolvimento, pois é um modelo em que a expertise está dentro do órgão ambiental.”

A CPFL Renováveis iniciou sua atuação no RN em 2010 e hoje cerca de 800 MW, incluindo o projeto de biomassa, são produzidos no Estado. No setor de eólica, a empresa é responsável atualmente por cerca de 20% da capacidade instalada em terras potiguares.

A reunião contou ainda com a presença do vice-governador, Antenor Roberto; do superintendente de engenharia, Júlio Lemos (CPFL); do diretor de engenharia e obras, Alberto Santos (CPFL); e de gestores estaduais: Manoel Marques (DER), Gustavo Coelho (Infraestrutura), Leonlene Aguiar (Idema) e equipe de servidores da Sedec.


quinta-feira, 16 de maio de 2019

Parceria entre Governo e Casas Legislativas garante acesso a informações de ações governamentais

Buscando dar mais transparência e ampliar o acesso da população às ações de governo, foi assinado nesta quarta-feira (15) pela governadora Fátima Bezerra e os presidentes da Assembleia Legislativa do RN, Ezequiel Ferreira, e da Câmara Municipal de Natal, Paulo Freire, o Termo de Cooperação Técnica para que os vídeos institucionais governamentais sejam veiculados pelas TV’s públicas (TV Câmara e TV Assembleia).

Com essa parceria, serão inseridos na grade de programação 10 inserções diárias, sem custo para o Governo, reforçando o papel das tevês públicas na prestação de serviço à população, garantindo ao cidadão mais um canal de informação sobre a atuação do poder público.

“Essa parceria vai permitir uma melhor visibilidade das ações do governo. É uma forma de prestar contas ao cidadão e também de a sociedade poder participar mais ativamente com nosso trabalho. Quanto mais acesso a população tiver, melhor” destacou a governadora.

“É uma ação que dará uma importante transparência aos atos de governo, que um direito da população, e mais uma alternativa de divulgação para a comunicação institucional”, complementou a secretária de Comunicação do Governo, Guia Dantas.

O presidente da ALRN, Ezequiel Ferreira de Souza, disse que a TV Assembleia tem buscado cada vez mais qualidade. “Estamos investindo muito na aquisição de equipamentos novos e tecnologias de ponta para que possamos chegar com qualidade na casa do norte-rio-grandense. Porque entendemos que, quanto mais divulgação mais esclarecimentos”, afirmou e fez questão de ressaltar a confiança dele na atual gestão. “Quero aqui dizer que estamos muito otimistas com a disposição da governadora Fátima Bezerra em reorganizar a atual situação do estado. E estamos à disposição para contribuir com essa missão”, declarou.

Para o presidente da Câmara Municipal de Natal, é um novo momento que trará muitos e bons resultados. “Sabemos da importância da socialização das informações. E nada melhor do que uma TV pública para divulgar as ações do poder público, por isso temos muita satisfação em abrir as Casas Legislativas para contribuir com a divulgação das ações do Executivo”, afirmou Paulinho Freire.

Na ocasião a governadora Fátima Bezerra apresentou um balanço dos resultados obtidos nesses primeiros meses de governo, com destaque para a redução do índice de violência no Rio Grande do Norte, que ficou abaixo da média nacional.

Também participaram da reunião, o diretor geral da Fundação Djalma Marinho, Júlio César Queiroz; o vice-governador Antenor Roberto; o secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves; o secretário de Gestão de Projetos, Fernando Mineiro; o deputado estadual Francisco Medeiros; o diretor do Núcleo de Comunicação da Câmara Municipal de Natal, Erick Gurgel, e o diretor da TV Assembleia, Bruno Giovanni.


quarta-feira, 15 de maio de 2019

Médicos da prefeitura de Natal questionam alteração da jornada de trabalho

A categoria médica vinculada à secretaria Municipal de Saúde de Natal se reuniu em assembleia nesta terça-feira (14), no Sindicato dos Médicos do RN, para discutir medidas que solucionem a falta de condições de trabalho e a alteração, através da portaria Nº 060/2019, da jornada de plantões para os servidores da saúde.

Os profissionais discutiram as dificuldades do exercício profissional nas unidades hospitalares do município.

Foram apontados no Hospital Municipal de Natal superlotação, falta de equipamentos e insumos. Na maternidade Leide Morais o número de pediatras é insuficiente para atender a demanda, além disso, na semana passada faltaram luvas e fios de sutura, o que ocasionou a parada nas cirurgias por um turno. Já a maternidade Araken Irerê Pinto está com o elevador quebrado há dois anos, obrigando as parturientes a subir e descer escadas para o atendimento.

Todas as situações apontadas durante a assembleia já são de conhecimento do secretário de saúde, George Antunes, que informou em audiências passadas procurar novas instalações onde possam funcionar o hospital Municipal e a maternidade Araken Pinto, já que a estrutura que é utilizada atualmente está realmente precária.

Com relação a jornada de trabalho, a portaria publicada no dia 03 de maio pela SMS de Natal modifica de 10 para 12 plantões para os servidores contratado por 40 horas. O Sinmed RN se posiciona de forma contrária a este novo cumprimento de jornada de trabalho.

“Já existiam acordos entre o Sinmed e secretaria de saúde para o cumprimento de 10 plantões. São acordos feitos ao longo de décadas”, afirma Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed RN.

Ferreira informa também que o sindicato solicitou audiência com George Antunes para tratar destas questões e que a orientação da entidade é de que as escalas devem ser mantidas como já vêm sendo feitas, com 10 plantões.

Outros sindicatos da área da saúde serão chamados para atuar juntamente com o Sindicato dos Médicos para a discussão da alteração da jornada de trabalho.


FEMURN promove encontro de Prefeitos com deputados estaduais na Assembleia Legislativa

Os deputados estaduais do RN receberão nesta quinta-feira, 16 de maio, às 10 horas, prefeitos de dezenas de Municípios, em encontro na Assembleia Legislativa. Os gestores municipais vão discutir o avanço das pautas municipalitas estadual e pedir o apoio dos parlamentares. É o primeiro encontro dos Prefeitos com os deputados da atual legislatura.

Os temas dos assuntos a serem discutidos é a seguinte:

1) Retirada dos Programas Federais do Limite Prudencial (LRF);

2) Projeto de Lei, disciplinando Prestação de contas e aplicação de Sanções pelo TCE;

3) Apoio da ALRN na discussão com TJ Ação Judicial sobre a Farmácia Básica;

4) Engajamento da Bancada Municipalista para o cumprimento da Carta dos Prefeitos;

5) Reforço aos Deputados Federais para a votação da PEC 56/2019;

6) Outros assuntos;


Jean Paul: estamos tendo uma belíssima aula magna em todo país

Parlamentar destaca as mobilizações que estão ocorrendo em todo o país e no Rio Grande do Norte
O senador Jean Paul Prates (PT-RN) comentou que as manifestações realizadas nesta quarta-feira,15, em todo o Brasil representam “um duro recado” ao governo federal. “Elas atestam que a população está indignada com a implantação, de forma deliberada, de um projeto para desmantelar o nosso ensino público e acabar com a seguridade social”, declarou. Ele constatou que, além de as entidades representativas de estudantes e profissionais da educação terem comparecido em peso, muitos manifestantes sem vínculo com sindicatos ou associações saíram às ruas para protestar.

“O povo disse hoje em alto e bom som que a educação é direito fundamental de todos, e que ela não pode ser atacada como está sendo”, repercutiu Jean Paul. Ele acrescentou que a previdência social é uma proteção ao trabalhador que não pode ser dizimada para que seus recursos sejam repassados “para saciar a ganância do sistema financeiro e dos que mais têm”. Em pronunciamento na tribuna do Plenário, Jean Paul também não poupou críticas ao presidente Jair Bolsonaro, que, dos Estados Unidos, deu entrevistas atacando os manifestantes.

Jean Paul considerou que a fala do presidente foi lamentável e não dignificou o cargo que ele ocupa. “Ao invés de ouvir o que a população brasileira está clamando, Bolsonaro preferiu tratar com desprezo a juventude brasileira e taxar os que defendem a educação como ‘idiotas úteis’”, disse. O senador pelo Rio Grande do Norte sugeriu que ao invés de agredir verbalmente os estudantes, o presidente da República deveria era pedir desculpas aos brasileiros, pelo caos que está promovendo na educação do país.

Recentemente, o governo federal cortou R$7,4 bilhões da educação, atingindo todas as áreas do ensino público no país. Na educação básica, foram cortados R$2,4 bilhões do orçamento destinado a programas de educação infantil e do ensino fundamental e médio. Já no ensino superior, as universidades federais tiveram um corte de R$2,2 bilhões, correspondente a 25,3% dos recursos disponíveis para investimento, manutenção e custeio de suas instalações e cursos no ano.

No Rio Grande do Norte, os cortes chegaram a R$102 milhões, atingido a Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e os 22 institutos federais. “O recente corte anunciado, na educação, é um prejuízo incalculável que o Governo está impondo à sociedade brasileira. O Ministério da Educação, por sinal, é a demonstração mais clara e o retrato acabado da balbúrdia na qual se transformou o atual Governo”, salientou.

Aposentadoria Especial

O parlamentar potiguar repudiou a proposta da reforma da previdência, apresentada pelo atual governo. O texto em análise, na Câmara dos Deputados, ataca frontalmente a aposentadoria dos profissionais da educação básica. “O Governo quer acabar com a aposentadoria especial dos que exercem o magistério na educação infantil, no ensino fundamental e no ensino médio”, enfatizou. “O povo foi às ruas alertar o Governo de que não aceitará que seus direitos sejam subtraídos. A luta pela preservação da educação e da previdência é de todos nós. A aula hoje foi nas ruas e a aula foi magna”, completou.

Ato em Brasília

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) participou também, no final da manhã, do ato público dos estudantes, professores e funcionários em frente ao Congresso Nacional.

Ao lado do potiguar presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, Pedro Gorki, Jean Paul destacou que está trabalhando no Senado para barrar os retrocessos na Educação. “Hoje aprovamos, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), uma PEC que impede o governo de legislar sobre as diretrizes e bases da educação utilizando medida provisória”, informou.

A proposta aprovada na CCJ é de autoria de Fátima Bezerra – hoje governadora do Rio Grande do Norte. Ao apresentar a PEC no Senado, a ex-senadora justificou que normas que envolvam a organização dos sistemas de ensino e a fixação de grades curriculares não precisam ser objeto de medidas provisórias. As MPs são instrumentos com força de lei imediata, editados em casos considerados de urgência. A matéria segue agora para análise no Plenário do Senado.


Governo reúne gestores do sistema prisional para discutir ressocialização dos apenados

Compromisso com a valorização profissional, melhorar as condições de trabalho e prestar serviço eficiente que contribua para a redução da violência e proporcionar mais tranquilidade ao conjunto da sociedade. Estas foram as metas e a postura do Governo do Estado reafirmadas pela governadora Fátima Bezerra aos agentes penitenciários em reunião realizada na manhã desta quarta-feira, 15, no auditório da Escola de Governo, em Natal.

O titular da Secretaria de Justiça e Cidadania – que a partir de 1º de junho próximo passa a ser denominada Secretaria de Administração Penitenciária – SEAP - Pedro Florêncio Filho, os coordenadores e diretores de unidades prisionais no RN participam de encontro para definir as diretrizes para o sistema prisional que possui 19 unidades, efetivo de 1.400 agentes.

“Estamos passando por momento de dificuldades financeiras, mas temos que valorizar o trabalho que vem sendo feito no sistema de segurança do nosso estado que é o que mais reduziu os índices de violência nos primeiros quatro meses do ano. Ao mesmo tempo precisamos continuar nos esforçando, termos um pouco mais de compreensão e paciência para juntos atravessarmos essa crise sem deixar o nível de excelência do trabalho cair”, disse a governadora.

Fátima ressaltou a necessidade de manter a atual integração entre as polícias Civil e Militar e o Sistema Penitenciário. “Isto é fundamental, assim como cumprir os protocolos para manter o controle rigoroso nos presídios e executar as ações para a ressocialização, assistência à saúde, educação e o direito ao trabalho. E isto nada mais é do que cumprir a Lei de Execução Penal”, afirmou a governadora para concluir: “Contamos com vocês para reduzir ainda mais a violência e a criminalidade com uma gestão prisional no nosso estado que já é referência para o Brasil”.

Objetivos da Reunião

- Alinhar procedimentos operacionais e administrativos

- Apresentar projetos que estão sendo desenvolvidos para ações de educação e trabalho para os apenados, ações de extrema importância à ressocialização dos detentos.

- Manutenção do controle do sistema prisional

- A reunião encerra com a palestra “Execução Penal Humanizada” da professora Carla Maria Fernandes Brito, da UERN. Ela é doutora em Ciências Jurídicas e Sociais.


MPF promove Dia D em Defesa da Educação

Em ação coordenada, Procuradorias em todo o Brasil acionam instituições de ensino acerca dos impactos do bloqueio orçamentário na área. MEC e Ministério da Economia também são oficiados

As medidas de bloqueio orçamentário e de extinção de cargos e funções impostas pelo governo federal a estabelecimentos de ensino em todo o país levaram o Ministério Público Federal a promover nesta quarta-feira (15) um Dia D em Defesa da Educação.

Em uma ação coordenada pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC/MPF), Procuradorias da República em pelo menos 21 estados, nas cinco regiões do Brasil, instauraram procedimentos para apurar os impactos dos decretos nº 9.725 e nº 9.741, publicados em março deste ano. A mobilização reúne, além do Rio Grande do Norte, unidades do MPF no Acre, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.

A ação conta com o envio de ofícios a reitores de universidades e de institutos federais de ensino para coleta de informações acerca dos impactos do contingenciamento de recursos e de corte de postos na área. Várias instituições em todo o Brasil já foram acionadas – entre elas, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRN) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).

No pedido, o MPF solicita a cada uma das instituições que informe se as medidas do Decreto nº 9.725/2019 resultarão na extinção de cargos em comissão e funções de confiança naquele estabelecimento, e se o fim desses postos atinge negativamente atividades administrativas e acadêmicas – indicando os eventuais problemas decorrentes dessa determinação, bem como riscos administrativos e acadêmicos.

As unidades também deverão indicar se o fomento aos projetos de ensino, pesquisa, extensão, empreendedorismo e inovação promovidos pela instituição serão afetados pelo bloqueio orçamentário imposto a órgãos da administração pública pelo Decreto nº 9.741/2019.

Além do pedido de informações a universidades, institutos federais e unidades de educação básica, as Procuradorias da República também encaminharam ofícios ao Ministério da Educação e da Economia.

O MEC deverá informar ao MPF nos estados as razões que levaram ao corte no orçamento de cada uma das instituições de ensino atingidas naquela unidade federativa, e se a pasta realizou estudo prévio sobre o impacto na qualidade e na continuidade do ensino prestado – tendo em vista o direito à educação, assegurado no artigo 6º e artigos 205 e seguintes da Constituição Federal.

Já o Ministério da Economia deverá encaminhar a cada uma das Procuradorias os resultados do estudo sobre os cargos em comissão e funções de confiança do Poder Executivo federal, realizado em 2017 e 2018, conforme indicado no item 2 da exposição de motivos do Decreto nº 9.725/2019. O prazo estabelecido pelo Ministério Público Federal para o recebimento das respostas é de 15 dias.


Cidade da Esperança e Nova Natal recebem aplicação de asfalto nesta quarta-feira


Nesta quarta-feira (15), os bairros de Cidade da Esperança, na zona Oeste, e Nova Natal, na região Norte, recebem os serviços da Operação tapa buracos, da Prefeitura do Natal, e tocada pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semov). O destaque é a aplicação de asfalto.

De acordo com o secretário Tomaz Neto, titular da Semov, as equipes do setor de Conservação estão com o serviço nas avenidas Rio Grande do Sul e Norte, na Cidade da Esperança. “E também na Av. Guararapes ruas Ganzás, Aboio e outras ruas em Nova Natal, Av. Jaguarari e Bernardo Vieira, em Lagoa Nova, Amintas Barros, em Morro Branco, e 04, no Alecrim”, ressaltou o secretário de Obras Públicas. Os serviços desta quarta-feira continuam com a manutenção da rede de drenagem das ruas Claudionor de Andrade e Manoel Machado, em Nova Descoberta, e Interventor Mário Câmara, em Nova Cidade”, explicou Tomaz Neto.


terça-feira, 14 de maio de 2019

Treinamento para grupos de trabalho (GTs) do Plano Diretor acontece nesta quarta, 15

Iniciam-se os trabalhos para nivelamento da população sobre Plano Diretor, nesta quarta-feira, 15, com a realização de um treinamento com os inscritos nos Grupos de Trabalho (GTs) do Plano Diretor de Natal (PDN). O evento será realizado no auditório do Centro Municipal de Referência em Educação Aluísio Alves (CEMURE), a partir das 8h30 com o credenciamento e segue até o meio dia.
Os GT’s terão um papel importante no processo de revisão do Plano Diretor de Natal, pois serão responsáveis pela condução das oficinas que serão realizadas a partir do dia 17 de maio nas quatro regiões administrativas da cidade. Como também por segmentos dentre eles Câmara dos Vereadores, Ministério Público, SPU, Idema, movimentos populares e ONGs, entidades do segmento empresarial, universidades e instituições de pesquisa, iniciadas no dia 22 de junho.
Os grupos serão responsáveis por aprofundar o embasamento técnico no tocante aos aspectos físico-territoriais e da gestão urbana municipal, colaborar na avaliação e sistematização das informações produzidas nos eventos, como também na formulação da proposta de lei de revisão do PDN. E serão formados por servidores designados mediante portaria, com a livre participação de qualquer interessado da sociedade civil.
Os Grupos de Trabalho são organizados de forma a possibilitar a sistematização das informações, observando-se as seguintes temáticas:
I. MACROZONEAMENTO E OCUPAÇÃO DO SOLO.
a. Limites de áreas adensáveis, de adensamento básico e Zonas de Proteção Ambiental (ZPAs);
b. Prescrições urbanísticas;
c. Parcelamento do solo;
d. Empreendimentos e atividades de impacto;
e. Áreas permeáveis em projetos;
f. Infraestrutura e serviços urbanos: Mobilidade, Saneamento, Equipamentos e serviços públicos.

II. ÁREAS ESPECIAIS.

a. Áreas Especiais de Interesse Social (AEIS);
b. Áreas de Risco;
c. Áreas Especiais de Controle de Gabarito;
d. Áreas de Proteção ao Patrimônio histórico, arquitetônico e paisagístico;
e. Rotas Acessíveis.

III. SISTEMA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E FUNDOS DE DESENVOLVIMENTO URBANO.
a. Desenvolvimento socioeconômico;
b. Turismo e Gestão da Orla;
c. Sistema de áreas verdes e arborização urbana (gestão ambiental):
d. Instrumentos urbanísticos;
e. Fundos de apoio ao desenvolvimento urbano (FURB, FUNAM, FUNHABINS).
f. Compensação ambiental.


Prefeitura e Governo tentam atrair Convenção da CVC para Natal

A Prefeitura de Natal e o Governo do Estado fecharam hoje parceria para tentar trazer para Natal a Convenção da operadora de viagens CVC que acontece em fevereiro de 2020. O prefeito Álvaro Dias participou de reunião hoje com a governadora Fátima Bezerra e os secretários Ana Maria Costa e Fernando Fernandes, respectivamente do Estado e município, e acertaram apresentar a candidatura de Natal. Na próxima quarta-feira a empresa deve anunciar o local da convenção do próximo ano, que deve reunir cerca de 1700 agentes de viagem.

O prefeito Álvaro Dias confirmou a participação da Prefeitura numa parceria que pode ser mais ampla para atrair eventos como esses para a cidade e se colocou a disposição para colaborar sempre que for possível. “É muito importante para Natal investirmos no turismo de eventos e firmar parcerias não só com o governo, mas com entidades do turismo e prefeituras próximas a Natal para mostrar o entorno da cidade e fechar pacotes que levem os turistas a conhecer outras praias do Rio Grande do Norte, passando por Natal”.

Álvaro Dias lembrou que o turismo é a principal atividade geradora de renda, ocupação e trabalho e é a vocação natural de Natal por isso precisa ser incentivado. “Um evento como esse com agentes de viagem tem uma capacidade muito grande de ser multiplicador e ter reflexos muitos positivos para o turismo na cidade”.

De acordo com a governadora Fátima Bezerra, a parceria é importante não só para esta concorrência pelo encontro da operadora de viagens. “Este trabalho conjunto é vital para o desenvolvimento do turismo no nosso estado, diminuindo as dificuldades que enfrentamos do ponto de vista financeiro e divulgando ainda mais o Rio Grande do Norte como destino”, afirmou.

Além dos dois governantes, a reunião contou ainda com a participação do coordenador da Câmara Empresarial do Turismo, George Costa, e do presidente da ABIH-RN, José Odécio.